CHILE · VIAGENS

Atrações gratuitas em Santiago

Em Santiago é possível conhecer várias atrações naturais e culturais gratuitamente. Em nossa viagem visitamos algumas delas e deixo aqui nossas sugestões.

Cerro Santa Lucía

O Cerro Santa Lucía é uma colina e um dos pontos turísticos mais visitados pelos turistas. Na portaria, há um funcionário que pede apenas para os visitantes assinarem um livro. O caminho até o topo é feito a pé, e durante a caminhada pudemos ver vários jardins, esculturas, praças e observatórios para admirar a linda vista de Santiago e das Cordilheiras dos Andes ao fundo.

Pelo percurso vimos também um antigo castelo, conhecido por Castillo Hidalgo, destinado à realização de eventos.

A subida ao topo, é íngreme e possui várias escadas estreitas, com degraus de pedras e de cimento. Como o espaço é pequeno e muitas pessoas se aglomeram por ali, fica bem tumultuado e complicado para tirar fotos sem a “multidão” no mirante. Porém, o esforço vale a pena!

– Toaletes: 300,00 CLP
– Binóculos para observação: 100,00 CLP
– Horário de funcionamento: diariamente das 09h00 às 19h00.
– Idosos e pessoas PNE’s terão dificuldades para subir ao topo do Cerro Santa Lucía, pois ele não possui acessibilidade. No entanto, a visita pelos jardins e observatórios também é muito bonita e interessante.
– Clique aqui para mais informações do Cerro Santa Lucía. 

 

Parque Metropolitano de Santiago

O Parque Metropolitano de Santiago é o maior parque urbano do Chile e é nele que estão localizados o Cerro San Cristóbal e os famosos passeios de funicular e teleférico. (Leia o post completo sobre estas atrações aqui).

O funicular e o teleférico são pagos, mas a entrada no parque é gratuita. O Parque Metropolitano de Santiago possui várias trilhas, jardins, brinquedos para crianças, áreas para esportes e outras atrações. Vale a pena dar uma conferida.

– Toaletes gratuitos.
– No verão, o horário de funcionamento é de terça a domingo, das 10h00 às 21h00, e no inverno, das 10h00 às 18h00.
– Clique aqui para ver mais informações do Parque Metropolitano de Santiago.

 

Parque de las Esculturas

Localizado às margens do Rio Mapocho, o Parque de las Esculturas é um museu à céu aberto e expõe diversas esculturas artísticas modernas. O parque foi construído como uma alternativa, por parte de artistas locais, para revitalizar a região, que sofreu com os impactos de uma enchente em 1982. Os visitantes podem interagir com as obras e é bem divertido fotografá-las.

Há também alguns locais para descansar e uma parte da exposição concentrada em um ambiente coberto, mas não tivemos tempo de observar este local.

– Horário de funcionamento do parque: Diariamente das 08h00 às 19h00.
– Horário de funcionamento do museu: Diariamente das 10h00 às 19h00.

 

Museo Nacional de Bellas Artes

Em 1985 o Museo Nacional de Bellas Artes teve parte das suas obras e estruturas destruídas pela ação de um terremoto. Com o passar dos anos, o museu conseguiu se reerguer e expõe obras clássicas e contemporâneas.

A entrada principal do Museo Nacional de Bellas Artes dá acesso à um enorme hall e salas secundárias. A arquitetura do local é muito bonita. Cada ambiente expõe obras diferentes, a maioria delas temporárias, mas também há algumas permanentes. Em um dos ambientes, observamos réplicas de famosas esculturas da antiguidade, como a “Cabeça de Davi” de Michelangelo. A coleção chama-se “Tránsitos: Colección de Esculturas MNBA, contém obras do “Museo de copias” e estará em exibição até o dia 31 de dezembro. Na nossa opinião, esta exposição foi a mais interessante.

O Museo Nacional de Bellas Artes e o Museo de Arte Contemporáneo estão no mesmo edifício, Palácio de Bellas Artes, e pertencem à Universidad de Chile.  O ideal é ir com tempo e curtir com calma cada atração do museu.

– Horário de funcionamento: terça a domingo, das 10h00 às 18h45.
– Toaletes gratuitos
– Guarda volumes gratuitos, necessário apenas 100,00 CLP como garantia.
– Clique aqui para mais informações.

 

Troca da Guarda

Uma das atrações mais diferentes em Santiago é a cerimônia de Troca da Guarda (Cambio de Guardia) em frente ao Palacio de la Moneda, na Plaza de la Constitución. O evento ocorre sempre em dias alternados, na parte da manhã, e tem duração aproximada de 40 minutos. Os guardas do plantão anterior se concentram na praça e aguardam a chegada dos guardas do novo plantão.

É muito interessante ver a sincronia deles ao marcharem enquanto uma banda de oficiais toca músicas, além do hasteio de bandeiras e da presença de cavalos.

A área da praça é preservada para o público não interferir na programação da cerimônia. Para conseguir um bom lugar para assistir, é ideal chegar com antecedência ao local.

– A cerimônia ocorre às 10h00 e aos finais de semana, às 11h00.
– Em 2017, a cerimônia ocorre nos dias ímpares nos seguintes meses: fevereiro, março, junho, julho, setembro e outubro.
– Em 2017, a cerimônia ocorre nos dias pares nos seguintes meses: janeiro, abril, maio, agosto, novembro e dezembro.
– Veja mais detalhes da cerimônia de Cambio de Guardia no nosso vídeo.

Catedral Metropolitana de Santiago

Localizada em frente à Plaza de las Armas, a Catedral Metropolitana de Santiago é uma antiga catedral católica, originada no século XVI. No seu interior há vários altares e imagens. A edificação atual é a quinta construção da catedral no mesmo local. As anteriores foram destruídas por terremotos.

– Horários das missas: segunda a sábado às 12h30 e 19h00. Domingo às 10h00, 11h00, 12h00 e 19h00.
– Alguns locais da catedral não permitem fotografias.
– Clique aqui para conferir mais informações.

 

Plaza de Armas

A Plaza de Armas é onde está situado o Marco Zero de Santiago. A praça é grande e possui várias informações e referências à história da região. Um dos monumentos mais interessantes é o Monumento a los Pueblos Originarios, uma homenagem aos povos indígenas que viviam em Santiago antigamente.

 

Puente Pío Nono

A Ponte Pio Nono (Puente Pío Nono) está localizada sobre o Rio Mapocho, no caminho para o bairro Bellavista. Na ponte, vários casais fixam cadeados na grande como forma de simbolizar o amor. Caso o visitante não tenha ainda um cadeado, poderá comprar com alguns vendedores ambulantes na ponte, que oferecem ainda o uso da caneta para o casal identificar o cadeado. Nós compramos o nosso com uma vendedora, por 1500,00 CLP.

Gostaram das nossas dicas? Todos os locais que visitamos gratuitamente estão localizados no mapa abaixo.

*OBS: as informações históricas publicadas nesse post foram pesquisadas nos sites oficiais das atrações e nos blogs BRchile e Nós no Chile, os quais me auxiliaram no planejamento da viagem e serviram de inspiração para o presente post.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s